Políticas Editoriais

Âmbito

Fundada em 1994, Saber & Educar é uma revista de natureza científica do domínio das Ciências da Educação, sendo os seus objetivos prioritários:
a) publicar investigações inéditas de natureza científica realizadas no domínio das Ciências da Educação, com incidência secundária no domínio das Ciências Sociais e Humanas quando relevante para a área da educação;
b) promover a cooperação entre investigadores e profissionais da educação, nacionais e estrangeiros, com vista ao aprofundamento da relação entre teoria e prática no domínio da educação.
A revista Saber & Educar integra artigos predominantemente temáticos, originais e revistos em “peer-review” realizados no âmbito da educação. Poderá incluir uma seção "Varia".

 

Políticas de Secção

Artigos S&E

Seleccionado Submissões Abertas Seleccionado Indexado Seleccionado Revisto pelos Pares

Variæ

Não Seleccionado Submissões Abertas Seleccionado Indexado Seleccionado Revisto pelos Pares

Editorial

Não Seleccionado Submissões Abertas Seleccionado Indexado Não Seleccionado Revisto pelos Pares

Investigadores Convidados

Não Seleccionado Submissões Abertas Seleccionado Indexado Não Seleccionado Revisto pelos Pares
 

Processo de Revisão por Pares

O processo de revisão editorial só será iniciado se o texto obedecer a todas as normas seguidas pela Revista Saber & Educar. Caso contrário, será solicitada a adequação às normas e, a partir daí, proceder-se-á à realização de nova submissão.
Se o texto estiver de acordo com as normas mencionadas e for considerado, pelo Diretor e pelo Conselho Executivo, potencialmente publicável na Revista Saber & Educar, será, então, encaminhado para 2 (dois) Revisores.
Os Revisores são escolhidos pelo Conselho Executivo, entre os investigadores de reconhecida competência na área, de preferência pertencentes ao Conselho Editorial da Revista Saber & Educar.
Os revisores não terão conhecimento da autoria do texto, nem os autores terão conhecimento dos revisores. Caso um revisor tenha qualquer espécie de impedimento para expressar o seu parecer, devolve, imediatamente, o artigo ao Editor da Revista.
Os revisores, após a análise do texto, rejeitam, recomendam com sugestões de modificações ou sugerem a sua publicação. Os Autores recebem cópias dos pareceres dos revisores.
Caso o texto venha a ser rejeitado, os Autores podem submetê-lo novamente depois de cuidadosa revisão, tendo em consideração os pareceres recebidos. 
A decisão final sobre a publicação de um texto submetido à Revista Saber & Educar cabe ao Diretor e ao Conselho Editorial, auxiliados pelos pareceres dos revisores.
Será comunicado por e-mail o resultado final aos Autores, indicando o número da revista previstos para a publicação do artigo.

 

Periodicidade

Anual (até 2016)

Semestral (a partir de 2017)

 

Política de Acesso Livre

Esta revista oferece acesso livre imediato ao seu conteúdo, seguindo o princípio de que disponibilizar gratuitamente o conhecimento científico ao público proporciona maior democratização mundial do conhecimento.

 

 

Estatutos da Revista Saber & Educar

Artigo 1.º

Natureza, objetivos, estrutura e periodicidade

Fundada em 1994, a revista Saber & Educar é uma revista de natureza científica do domínio das Ciências da Educação com os seguintes objetivos:

-publicar investigações inéditas de natureza científica realizadas no domínio das Ciências da Educação, com incidência secundária no domínio das Ciências Sociais e Humanas quando relevante para a área da educação;

-promover a cooperação entre investigadores e profissionais da educação, nacionais e estrangeiros, com vista ao aprofundamento da relação entre teoria e prática no domínio da educação.

A revista Saber & Educar integra artigos temáticos, originais e revistos em “peer-review” realizados no âmbito da educação.

A revista Saber & Educar publica-se duas vezes por ano.

Artigo 2.º

Propriedade

A revista Saber & Educar é uma publicação e propriedade da Escola Superior de Educação Paula Frassinetti (ESEPF).

Artigo 3.º

Tutela

A revista Saber & Educar, sem prejuízo do exercício das responsabilidades dos seus órgãos, funciona sob a tutela do Centro de Investigação Paula Frassinetti (CIPAF).

Artigo 4.º

Pareceres

Os artigos a publicar na revista serão sujeitos a pareceres prévios de especialistas de reconhecido mérito, de áreas ou domínios da especialidade.

Artigo 5.º

Difusão

A revista, publicada em suporte eletrónico de acesso livre e gratuito, poderá ser também editada em papel e eventualmente vendida, neste último caso, mediante um preço a fixar por número avulso. A submissão de artigos a esta revista não contempla qualquer pagamento.

Artigo 6.º

Órgãos

São órgãos da revista:

- o/a diretor(a);

- o conselho editorial;

- o conselho executivo.

Artigo 7.º

Diretor

1. O/a diretor(a) é, por inerência, o/a diretor(a) da ESEPF.

2. Compete ao diretor:

a) nomear e destituir os membros do conselho editorial e do conselho executivo, ouvida a comissão coordenadora do CIPAF;

b) decidir sobre o modo de edição da revista bem como sobre o seu preço avulso, quando necessário, bem como sobre todas as questões de natureza financeira;

c) aprovar e dar execução às linhas de orientação estratégica da revista, depois de ouvido o conselho editorial, o conselho executivo e a comissão coordenadora do CIPAF;

d) manter em sigilo os nomes dos autores dos artigos recebidos até decisão de publicação, assim como os que não sejam publicados;

e) deliberar sobre quaisquer assuntos que não estejam previstos neste estatuto e nos regulamentos ouvindo, sempre que necessário, o conselho editorial, o conselho executivo e a comissão coordenadora do CIPAF.

3. O diretor poderá delegar competências na comissão de coordenação do CIPAF.

Artigo 8.º

Conselho editorial

1. O conselho editorial é composto por especialistas nacionais e estrangeiros de reconhecido mérito, distribuídos pelas várias subáreas ou domínios científicos da revista.

2. Os membros do conselho editorial são nomeados pelo diretor, ouvida a comissão coordenadora do CIPAF, por um período de três anos, renovável.

3. Para além de outras atribuições consignadas nos presentes estatutos, constituem competências próprias do conselho editorial:

a) avaliar, em revisão por pares, os artigos propostos para publicação, pronunciando-se sobre a adequação dos mesmos aos objetivos e critérios de qualidade científica da revista, podendo recorrer, sempre que necessário, a pareceres externos de reputados especialistas;

b) coadjuvar o diretor na definição das linhas de orientação da revista de forma a salvaguardar a sua qualidade, coerência e objetivos.

Artigo 9.º

Conselho executivo

Os membros do conselho executivo são nomeados pelo diretor por um período de três anos, renovável, depois de ouvida a comissão coordenadora do CIPAF e têm como principal função assegurar a edição da revista de acordo com os seus objetivos, natureza e estrutura.

Artigo 10.º

Autonomia

A revista Saber & Educar goza de autonomia editorial e será dotada de orçamento próprio a suportar pela ESEPF e por eventuais receitas próprias.

Artigo 11.º

Interpretação e resolução de conflitos

A resolução de quaisquer dúvidas e interpretações suscitadas na aplicação dos presentes estatutos são da competência do diretor que, para o efeito, poderá ouvir os demais órgãos e a comissão coordenadora do CIPAF, sempre que entender necessário.

Artigo 12.º

Divulgação

É assegurada a conveniente divulgação e disponibilização dos presentes estatutos junto dos interessados.

 

Indexação

A revista Saber & Educar encontra-se indexada em plataformas de avaliação de revistas, diretórios nacionais e internacionais.

Sistemas de Avaliação de Revistas

Capes |MIAR |Google Scholar Metrics (GSM) | ERIHPLUS | Latindex |QOAM|InfoBase Index |ICI Journals Master List database|SJIF Journal Rank

Bases de Dados Internacionais

DOAJ | Genamics JournalSeekREDIB | JournalTOCs | BASE

Catálogos Coletivos

Copac (Reino Unido)| SUDOC (França)| OAIster |RCAAP |OpenAire |Organización de Estados Iberoamericanos para la Educación, la Ciencia y la Cultura (OEI)

 

Originalidade

CrossCheck deteta casos de sobreposição e semelhanças em textos submetidos.

 O editor tem o compromisso de publicar pesquisas originais e lutar ativamente contra o plágio. Veja mais em: http://www.crossref.org/06members/46guidelines.html#Sample_Copy_CrossCheck