Desafios epistemológicos e metodologia de intervenção da pedagogia-educação social – reflexões numa zona de fronteira/ Epistemological challenges and methodology for intervention of social pedagogy-education – reflections in a border zone

Rosanna Barros

Resumo


Neste artigo refletimos sobre alguns dos aspetos teórico-conceptuais mais relevantes que enquadram a investigação em Pedagogia-Educação Social, e balizam quer a sua prática quer a sua reflexão. Para tal são revisitados autores-chave e obras seminais, bem como a produção cientifico-académica mais disseminada internacionalmente. Neste texto tece-se um convite à problematização destes aspetos que ocorre segundo dois eixos de orientação interligados que convocam a i) questão da produção do conhecimento; e a ii) questão da metodologia de intervenção socioeducativa. Argumenta-se que, pelas suas características, a pedagogia-educação social situa o educador social numa zona de fronteira, um lugar feito de lugares, um espaço-tempo dinâmico e abrangente que exige um perfil profissional capaz de usar a transposição de fronteiras como o seu modus operandi para a transformação social de cariz emancipador.

Palavras-chave


Pedagogia Social; Educação Social; Epistemologia; Metodologia de Intervenção

Texto Completo:

PDF

Referências


Afonso, A. J. (2012). Prefácio – muito mais estimulante e formativo do que uma pretensa sebenta (didática). In R. Barros, Subsídios Breves para o Debate de Princípios e Valores na Formação Política do(a) Educador(a) Social (pp. 11-17). Lisboa: Chiado Editora.

Afonso, A. J. & Antunes, F. (2001). Educação, Cidadania e Competitividade: Algumas Questões em torno de uma Nova Agenda Teórica e Política. Cadernos de Ciências Sociais, 21/22, 4-31.

Apostel, L. (1972). Quelques positions sur l’ interdisciplinarité. In L. Apostel, G. Berger, A. Briggs & G. Michaud (Org.), L’ interdisciplinarité – Problemes d’ enseignement et de recherche dans les universités (pp. 77-194) Paris: Centre pour la recherche et l' innovation dans l’ enseignement/OCDE.

Azevedo, J. (2009). A Educação de Todos e ao Longo de Toda a Vida e a Regulação Sociocomunitária da Educação. Cadernos de Pedagogia Social, 3, 9-34.

Bachelard, G. (1996). A formação do espírito científico: contribuição para uma psicanálise do conhecimento. Rio de Janeiro: Contraponto.

Baptista, I. (2007). Políticas de alteridade e cidadania social – as perguntas da Pedagogia Social. Cadernos de Pedagogia Social, 1, 135-154.

Baptista, I. (2008). Pedagogia Social: Uma ciência, um saber profissional, uma filosofia de ação. Cadernos de Pedagogia Social, 2, 7-30.

Barbosa, S. (2012). Posfácio: Animação Sociocultural: praxis e poiesis. In O. Silva, N. Garrido, S. Caro & F. Evangelista (Orgs.), Pedagogia Social – Animação Sociocultural: um propósito da Educação Social (pp. 239). São Paulo: Expressão & Arte Editora.

Barros, R. (2011). Conocimiento-Acción, Intelectuales Orgánicos y Educación de Adultos en el Global-Local: Utopística para Activar Processos de Transformación Social. In M. Montoro (Ed.), II Jornada Monografica – Pedagogia Social y Educación Social: una mirada al futuro (pp. 6-29). Madrid: Universidad Complutense de Madrid.

Barros, R. (2012a). Subsídios Breves para o Debate de Princípios e Valores na Formação Política do(a) Educador(a) Social. Lisboa: Chiado Editora.

Barros, R. (2012b). A Educação Social e Permanente de Adultos (ESPA) como um Quefazer Filosófico Transformador de Situações-limite. Revista Haser, Revista Internacional de Filosofia Aplicada. Espanha: Universidad de Sevilla.

Barros, R. (2013). Mediar entre Regulação e Emancipação - perspetiva crítica sobre os princípios e valores da cidadania social. Cadernos do Grupo de Estudos Interdisciplinares-GREI-Giordano Bruno, 7, 9-30.

Barros, R. & Choti, D. (Org.). (2014). Abrindo Caminhos para uma Educação Transformadora - Ensaios em Educação Social, Filosofia Aplicada e Novas Tecnologias. Lisboa: Chiado Editora.

Brandão, P. (2007). A Pedagogia Social, uma antropologia da proximidade, hospitalidade e serviço. Cadernos de Pedagogia Social, 1, 105-116.

Bronfenbrenner, U. (1979). The ecology of human development: Experiments by nature and design. Cambridge, MA: Harvard University Press.

Canastra, F. & Malheiro, M. (2009). O papel do educador social no quadro das novas mediações socioeducativas. In AAVV Atas do X Congresso Internacional Galego-português de psicopedagogia (pp. 2024-2033). Braga: Universidade do Minho.

Caride Gómez, J. A. (2011). Prefácio: A favor de um novo vínculo pedagógico e social. In N. Garrido, O. Silva & F. Evangelista (Orgs.), Pedagogia Social – Educação e Trabalho na Perspectiva da Pedagogia Social (pp. 7-14). São Paulo: Expressão & Arte Editora.

Carvalho, A. D. (2008). Estatuto antropológico e limiares epistemológicos da educação social. Cadernos de Pedagogia Social, 2, 31-44.

Carvalho, A. D. & Baptista, I. (2004). Educação Social – Fundamentos e estratégias. Porto: Porto Editora.

Demolins, E. (1898). L'education nouvelle: L'Êcole des Roches. Paris: Firmin-Didot.

Dewey, J. (1916). Education and Democracy. New York: The Free Press.

Díaz, A. (2006). Uma Aproximação à Pedagogia-Educação Social. Revista Lusófona de Educação, 7, 91-104.

Dias, J. H. (2013). Ética aplicada à profissão do Educador Social. Praxis Educare, 1, 32-38.

Ferrière, A. (1965). A Escola Activa. Lisboa: Ed. Aster.

Fragoso Almeida, A. (2005). El triángulo mágico: escuela, familia y comunidad en una intervención con jóvenes de contextos sociales desfavorecidos. XXI Revista de Educación, 7, 81-90.

Fragoso Almeida, A. (2009). Desarrollo comunitario y educación. Xàtiva: Diálogos.

Freinet, C. (1978). Para uma Escola do Povo: guia prático para a organização material, técnica e pedagógica da escola popular. Lisboa: Editorial Presença.

Freire, P. (1992). Extensão ou Comunicação?. Rio de Janeiro: Paz e Terra.

Freire, P. (1997). Política e Educação. São Paulo: Cortez Editora.

Freire, P. & Macedo, D. (1994). Alfabetização – Leitura do Mundo, Leitura da Palavra. Rio de Janeiro: Paz e Terra.

Galinha, S. (2012). Como garantir a dignidade no bem comum? A Educação Social em Portugal. Boletim Informativo da Associação Promotora da Educação social, 1, 19-22.

Gallardo Vázquez, P. & Gallardo López, J. A. (2011). La educación social como objeto de estúdio de la pedagogia social. In M. Montoro (Ed.). II Jornada Monografica – Pedagogia Social y Educación Social: una mirada al futuro (pp. 288-301). Madrid: Universidad Complutense de Madrid.

Gil, F. (1999). A Ciência tal qual se faz e o problema da objectividade. In A Ciência tal qual se faz (pp. 9-32). Lisboa: Edições João Sá da Costa.

Gonçalves, J. L. (2009). Aprender na e com a Vida – a problematização da experiência como processo de consciencialização. Cadernos de Pedagogia Social, 3, 35-44.

GRAP (2012). Outro Futuro é Possível – textos produzidos a partir dos grupos temáticos do Fórum Social Temático. Porto Alegre: Grupo de Apoio e Reflexão ao Processo Fórum Social Mundial (GRAP).

Guimarães, V. C., Padilha, A. C. & Silva, O. M. (2014). Pedagogia Social – Do casulo à borboleta: percursos e perspectivas para a EJA. São Paulo: Expressão & Arte Editora.

Habermas, J. (1988). Teoria de la Acción Comunicativa. Madrid: Taurus Ediciones.

Kornbeck, J. & Rosendal, N. (2009). The diversity of Social Pedagogy in Europe. Studies in Comparative Social Pedagogies and International Social Work and Social Policy. Bremen: Europäischer Hochschulverlag GmbH & Co.KG.

Lima, L. (2006). Educação Não Escolar de Adultos – Iniciativas de Educação e Formação em Contexto Associativo. Braga: Universidade do Minho.

Marques, C. D. & Evangelista, F. (2010). Pedagogia Social: fundamentos filosóficos, pedagógicos e políticos para a prática do educador social libertador. In N. Garrido, O. Silva, I. Matos

& G. Santiago (Orgs.), Desafios e Perspectivas da Educação Social – um mosaico em construção (pp. 5-6). São Paulo: Expressão & Arte Editora.

Morin, E. (1974). La complexité. Revue Internationale des Sciences Sociales, 4, 607-634.

Morin, E. (1990). Introduction à la Pensée Complexe. Paris: ESF.

Natorp, P. (1913). Pedagogía Social: teoria de la educación de la voluntad. Madrid: La Lectura.

Neves, T., Guedes, M. & Araújo, T. (2009). Mediação Comunitária e Mudança Social. Cadernos de Pedagogia Social, 3, 45-60.

Nohl, H. (1950). Antropologia Pedagógica. Madrid: Fondo de Cultura Económica.

Oliveira, L. T. C. & Lima, P. G. (2012). Cidadania e Educação na sociedade contemporânea: elementos para o debate. In O. Silva, N. Garrido, S. Caro & F. Evangelista (Orgs.), Pedagogia Social – Animação Sociocultural: um propósito da Educação Social (pp. 201-220). São Paulo: Expressão & Arte Editora.

Otto, H. (2009). Origens da Pedagogia Social. In J. Silva & R. Moura (Orgs.), Pedagogia Social (pp. 29-42). São Paulo : Expressão & Arte Editora.

Pérez Serrano, G. (2003). Pedagogia Social – Educação Social. Construcción científica e intervención práctica. Madrid: Narcea.

Petrus, A. (Coord.). (1998). Pedagogia Social. Barcelona: Ariel.

Planella, J. & Vilar, J. (Coords.).(2006). La pedagogia social en la sociedad de la información. Barcelona: UOC.

Quintana Cabanas, J. M. (1994). Educación Social. Antologia de Textos Clássicos. Madrid: Narcea.

Rogers, C. (1983). Tornar-se Pessoa. Lisboa: Moraes Editora.

Silva, R. (2010). Prefácio. In N. Garrido, O. Silva, I. Matos & G. Santiago (Orgs.), Desafios e Perspectivas da Educação Social – um mosaico em construção (pp. 5-6). São Paulo: Expressão & Arte Editora.

Sousa Santos, B. (1989). O Estado e os Modos de Produção de Poder Social. Oficina do CES, 7, 1-32.

Sousa Santos, B. (1998). Um Discurso sobre as Ciências. Porto: Edições Afrontamento.

Vieira, A. M. (2012). Pedagogia Social nas escolas: um olhar sobre a mediação e educação social. Cadernos de Pedagogia Social, 4, 9-26.




DOI: http://dx.doi.org/10.17346/se.vol22.252

Article Metrics

Metrics Loading ...

Metrics powered by PLOS ALM

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Creative Commons License
This work is licensed under a Creative Commons Attribution 4.0 License.

e-ISSN 1647-2144 | Periodicidade semestral | ESE de Paula Frassinetti | Apoio 

Indexação: CIRC | DOAJ | ERIH PLUS | Latindex  | MIAR |QOAM | QualisCapes | Genamics JournalSeek |InfoBase Index