Dislexia no Ensino Secundário/Superior: Avaliação, Intervenção e Reeducação Pedagógica | Dyslexia in Secondary / Higher Education: Pedagogical Evaluation, Intervention and Reeducation

Marisa Silva, Helena Serra

Resumo


Data de Submissão: 16-10-2017 Data de Aceitação: 22-10-2017

Este estudo corrobora com a literatura, que a dislexia é uma situação permanente e que necessita de constante intervenção. Nesta investigação qualitativa optamos pelo método de estudo de caso de observação. Essencialmente de tipo qualitativo porque a investigadora procede à recolha de dados, e recorre à técnica “ análise de conteúdo”. Contudo utilizamos também estratégias de recolha e análise de dados quantitativos das provas aplicadas no pré e pós-teste. Tendo como participantes: uma jovem adulta do ensino secundário e depois superior, diagnosticada com dislexia no 1º ciclo, que deixou de ter apoio especializado após o início do 5º ano de escolaridade, a sua família e quatro professores da aluna. Pretendíamos conhecer o percurso escolar da aluna e identificar as alterações decorrentes da aplicação de atividades específicas, constantes no programa de intervenção e reeducação na dificuldade específica de aprendizagem- Dislexia, e observar se essas alterações implicam sucesso em áreas básicas de desenvolvimento e na área académica da leitura. A intervenção e reeducação foi iniciada após as provas do pré-teste, durante três meses. Após o programa de intervenção verifica-se, nas provas pós-teste, uma maior percentagem de êxito. Durante o estudo tivemos oportunidade de conhecer a opinião de alguns docentes face à problemática.

Palavras-Chave: Dislexia; ensino secundário e superior; intervenção e reeducação

Abstract

This study corroborates with the literature that dyslexia is a permanent situation and requires constant intervention. In this qualitative investigation we opted for the case study method of observation. Essentially qualitative because the researcher collects data, and uses the technique "content analysis". However, we also use strategies to collect and analyze the quantitative data of the tests applied in the pre- and post-test. The participants were: a young adult in upper secondary education and later diagnosed with dyslexia in the first cycle, who no longer had specialized support after the beginning of the fifth year of schooling, her family and four female teachers. We wanted to know the student's school career and to identify the changes resulting from the application of specific activities, included in the intervention and re-education program in the specific difficulty of learning dyslexia, and to observe if these changes imply success in basic areas of development and in the academic area of the reading. The intervention and re-education was started after the pretest tests, during three months. After the intervention program, in the posttest tests, a greater percentage of success is verified. During the study we had the opportunity to know the opinion of some teachers regarding the problem.

Keywords: Dyslexia; secondary and higher education; intervention and rehabilitation


Palavras-chave


Dislexia; ensino secundário e superior; intervenção e reeducação

Texto Completo:

PDF

Referências


Afonso, N. (2014). Investigação Naturalista Em Educação- um guia prático e critico. V.N.G: Fundação Manuel Leão.

Alves, S.; Filipe, L.; Pereira, A. (2011). Dislexia no Ensino Superior: contributos do Serviço de apoio ao Estudante e do Centro de Recursos para a Inclusão Digital do Instituto Politécnico de Leiria. Leiria: IPLeiria.

Bell, J. (1997). Como Realizar um Projecto de Investigação. Lisboa: Gradiva.

Caló, S. Castro, S. L.; & Gomes, I. (2007). PALPA-P, Provas de Avaliação da Linguagem e da Afasia em Português. Lisboa: CEGOC-TEA, Lda.

Damásio, A. (2010). O Livro Da Consciência. João Quinas Edições.

Guerra, M. (2014). As Feromonas Da Maçã- O valor educativo da direção escolar. V. N. Gaia: Fundação Manuel Leão.

Lopes, M. (2010). Dificuldades de Aprendizagem Escolar na Mestria do Código Escrito- Teste de Avaliação da Compreensão. Lisboa: Instituto Piaget.

Mangas,C. & Sánchez, J. (2010). A Dislexia no Ensino Superior: características, consequências e estratégias de intervenção. Revista Ibero- americana de Educação nº 53/7.

Marcos, L.R. (2011).Superar a adversidade. Lisboa: Editora Planeta.

Nunes, G., Santos, C. & Serra, H. (2005). Avaliação e Diagnóstico em Dificuldades Específicas de Aprendizagem. Porto: Edições Asa.

Salgueiro, E. (2002). DECIFRAR- Prova de Avaliação Da Capacidade De Leitura. Lisboa: ISPA.

Serra, H. (2008). Estudos Em Necessidades Educativas Especiais- Dominio Cognitivo.V.N.Gaia: Edições Gailivro,S.A

.

Sucena, A.; Castro, S.L. (2009). TIL-Teste de Idade de Leitura. Porto: Escola Superior de Tecnologia da saúde do Porto.

Tannock, R. (2014). DSM5 mudanças nos critérios diagnósticos para Dificuldades de Aprendizagem Específicas (SLD): Quais são as implicações? Web site acedido a 31-03-2014 disponível em http://www.interdys.org/dsm5update.htm

Torres, R. e Fernandez, P. (2002). Dislexia, Disortografia e Disgrafia. Lisboa: Editora Mc Graw Hill.

Tuckman,Bruce W.(2000). Manual de Investigação em educação. Lisboa: Editora Fundação.

Viana, F. (2004). A Procomlei: Prova de Avaliação da Compreensão Leitora. Universidade do Minho: Instituto de Estudos da Criança.

YIN, Robert K. (2010). Estudo de Caso: Planejamento e métodos (4ª ed.). Porto Alegre: BooKman.




DOI: http://dx.doi.org/10.17346/se.vol23.285

Article Metrics

Metrics Loading ...

Metrics powered by PLOS ALM

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Creative Commons License
This work is licensed under a Creative Commons Attribution 4.0 License.

e-ISSN 1647-2144 | Periodicidade semestral |Creative Commons Attribution (BY-NC-SA 4.0) | ESE de Paula Frassinetti | Apoio 

Indexação: DOAJ | ERIH PLUS | Latindex  | MIAR |QOAM | QualisCapes | Genamics JournalSeek |InfoBase Index | REDIB | Google Scholar Metrics (GSMICI Journals Master List database|SJIF Journal Rank|OpenAire |Organización de Estados Iberoamericanos para la Educación, la Ciencia y la Cultura (OEI)