As TIC e a aprendizagem numa proposta de Percurso Curricular Alternativo (PCA)
ICT and learning for a proposed Alternative Curriculum Track (ACT)

Maria Gorete Pereira

Resumo


A narrativa que aqui reportamos procura descrever os processos de incorporação das TIC na educação e respetivas implicações na prática pedagógica e ambientes de aprendizagem, de uma turma de 5º ano de escolaridade com proposta de Percurso Curricular Alternativo (PCA). A investigação empírica suporte desta reflexão foi desenvolvida durante dois anos letivos, numa escola de 2º e 3º Ciclos do Funchal, em que a opção por uma metodologia qualitativa de cariz etnográfico nos levou para o terreno no papel de investigadora. Foi possível verificar que o acesso dos alunos a diferentes fontes de informação e comunicação, proporcionou o surgimento de novos cenários de aprendizagem e a otimização da construção partilhada do conhecimento a partir de processos de autonomia e colaboração.

ICT and learning for a proposed Alternative Curriculum Track (ACT)

Abstract

The narrative that we report here tries to describe the processes of incorporation of ICT in education and its implications in the pedagogical practice and learning environments of a class in the 5th year of school with a proposed Alternative Curriculum Track (ACT). The empirical research support of this reflection was developed during two academic years, in a school of 2º and 3º Ciclos of Funchal, in which the option for an ethnographic methodology took us to the field in the role of researcher. It was possible to verify that the students' access to different sources of information and communication, provided the emergence of new learning scenarios and the optimization of knowledge construction based on autonomy and collaboration processes.

Key words:ICT, Alternative Curriculum Track, Ethnography, Learning, Collaboration.


Palavras-chave


TIC, Percurso Curricular Alternativo, Etnografia, Aprendizagem, Colaboração.

Texto Completo:

PDF

Referências


Bardin, L. (1995). A Análise de Conteúdo. Lisboa: Edições 70.

Costa, F. (2007). Tendências e Práticas de Investigação na Área das Tecnologias em Educação em Portugal. In Investigação em Educação. Teorias e Práticas-1960-2005 (pp. 169-224). Lisboa: Educa.

Costa, F. & Peralta, H. (2006). Primary teachers’competence and confidence. Level regarding the use of ict. Comunicação apresentada na ED- MEDIA – World Conference on Educational Multimedia, Hypermedia e Telecommunications. EUA: Orlando.

Dias, P. (2001). Comunidades de Conhecimento e Aprendizagem Colaborativa. Comunicação apresentada no Seminário Redes de Aprendizagem, Redes de Conhecimento. Lisboa: Conselho Nacional de Educação.

Fino, C. (2001). Vygotsky e a Zona de Desenvolvimento Proximal (ZDP): três implicações pedagógicas. Revista Portuguesa de Educação, Vol. 14, 273-291.

Fino, C. (2006). Inovação e Invariante (Cultural). In Atas do VII Colóquio sobre Questões Curriculares. Braga: Universidade do Minho.

Fino, C. (2007). O Futuro da Escola do Passado. In A Escola sob Suspeita (pp. 31-44). Porto: Asa.

Fino, C. (2011). Investigação e inovação (em educação). In Pesquisar para mudar (a educação) (pp. 29-48). Funchal: Universidade da Madeira CIE-UMa.

Fino, C. & Sousa, J. M. (2003). As TIC redesenhando as fronteiras do currículo. Revista Galego-Portuguesa de Psicoloxia e Educación, Vol. 10, 8, 2051-2063.

Jonassen, D. (2007). Computadores, Ferramentas Cognitivas: Desenvolver o pensamento critico nas escolas. Porto: Porto Editora.

Lave, J. (1996). Teaching, as Learning, in Practice. Mind, Culture, and Activity, 3, 3, 149-164.

Lave, J. & Wenger, E. (1991). Situated Learning: Legitimate Peripheral Participation. Cambridge: Cambridge University Press.

Matos, J. F. (2005). Aprendizagem como participação em comunidades de prática mediadas pelas TIC. Paper presented at the CHALLENGES 2005 - IV Conferência Internacional de Tecnologias de Informação e Comunicação na Educação.

Papert, S. (1997). A família em rede. Edição portuguesa. Lisboa: Relógio d’ Água.

Papert, S. (2008). A Máquina das Crianças: repensando a escola na era da informática. Porto Alegre: Artmed.

Rogoff, B. (1994). Developing understanding of the idea of communities of learners. Mind, Culture and Activity, 1, 209-229.

Silva, D. (2001). As Tecnologias de Informação e Comunicação nas reformas educativas em Portugal. Revista Portuguesa de Educação, Vol. 14 (2), 111-153.

Silva, D. (2002). A inserção das Tecnologias de Informação e Comunicação no currículo. Repercussões e exigências na profissionalidade docente. In Currículo, Práticas Pedagógicas e Identidades (pp. 65-91). Porto: Porto Editora.

Sousa, J. M & Fino, C. (2001). As TIC abrindo caminho a um novo paradigma educacional. In Atas do VI Congresso Galaico-Português de Psicopedagogia (pp. 371-381). Braga: Universidade do Minho.

Sousa, J. M. & Fino, C. (2007). Inovação e incorporação de novos saberes: o desenho curricular de um mestrado em Inovação Pedagógica. Atas do VIII Congresso da SPCE. Cenários da educação/formação: Novos espaços, culturas e saberes.

Valente, J. (1993). Diferentes Usos do Computador na Educação. In Computadores e Conhecimento Repensando a Educação (pp. 1-23). Campinas: Gráfica Central da UNICAMP.

Wenger, E. (1998). Communities of Practice: learning, meaning and identity. Cambridge: Cambridge University Press.

Wenger, E. (2001). Comunidades de Práctica. Aprendizaje, significado e identidad. Barcelona: Paidós.




DOI: http://dx.doi.org/10.17346/se.vol25.305

Article Metrics

Metrics Loading ...

Metrics powered by PLOS ALM

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Creative Commons License
This work is licensed under a Creative Commons Attribution 4.0 License.

e-ISSN 1647-2144 | Periodicidade semestral |Creative Commons Attribution (BY-NC-SA 4.0) | ESE de Paula Frassinetti | Apoio 

Indexação: DOAJ | ERIH PLUS | Latindex  | MIAR |QOAM | QualisCapes | Genamics JournalSeek |InfoBase Index | REDIB | Google Scholar Metrics (GSMICI Journals Master List database|SJIF Journal Rank|OpenAire |Organización de Estados Iberoamericanos para la Educación, la Ciencia y la Cultura (OEI)