Covid-19, Estatuto da Criança e do Adolescente e o papel de educadoras e educadores sociais no Brasil: sobre o sobreviver e o cuidado mútuo
Covid-19, Children and Adolescents Statute and the role of social educators in Brazil: on surviving and mutual

Juliana Pedreschi Rodrigues, Valéria Aroeira Garcia, Talita Alessandra Tristão

Resumo


O presente ensaio discute o impacto da Covid-19 no Brasil que resultou no isolamento social, no prudente fechamento das escolas e, em especial, traz reflexões sobre o papel da escola e dos educadores e educadoras sociais nesse contexto de fragilidade global. Nesse sentido, buscou-se dar luz aos principais problemas enfrentados por crianças e adolescentes das classes populares brasileiras e suas famílias que, em razão da pandemia, viram-se diante do agravamento da vulnerabilidade social, do crescimento da pobreza, da fome e da violência em suas múltiplas faces. Por meio de pesquisa bibliográfica e do levantamento de artigos da mídia impressa e online, se propõe uma discussão que prioriza o cuidado mútuo e a construção de redes de solidariedade  como forma de manutenção da vida, tendo como ponto de partida a ocorrência da comemoração dos 30 anos do Estatuto da Criança e do Adolescente em julho deste ano.

Covid-19, Children and Adolescents Statute and the role of social educators in Brazil: on surviving and mutual care

This essay discusses the impact of Covid-19 in Brazil that resulted in social isolation, the prudent closure of schools and, in particular, brings reflections on
the role of schools and social educators in this context of global fragility. In this sense, we sought to shed light on the main problems faced by children, adolescents of the Brazilian lower classes and their families who, due to the pandemic, were faced with the worsening of social vulnerability, the growth of
poverty, hunger and violence in its multiple faces.
Through bibliographic research and survey of articles from the printed and online media, a discussion is proposed that prioritizes mutual care and the construction of solidarity networks as a way of maintaining life, taking as its starting point the occurrence of the celebration of 30 years of the Child and Adolescent Statute last July.
Keywords:
Child and Adolescent Statute. Social isolation. Social Education. Mutual care.



Palavras-chave


Estatuto da Criança e do Adolescente. Isolamento social. Educação Social. Cuidado mútuo

Texto Completo:

PDF

Referências


Bicalho, D., Lima, T. de M. (2020). O Programa Nacional de Alimentação Escolar como garantia do direito à alimentação no período da pandemia do COVID-19. https://preprints.scielo.org/index.php/scielo/preprint/view/852/version/903

Brasil, Estatuto da Criança e do Adolescente. (1999). Lei Federal nº 8.069. Condeca. http://www.condeca.sp.gov.br/wp-content/uploads/2015/03/Lei-de-Cria%C3%A7%C3%A3o-e-Regimento-Interno.pdf

Brasil. (2012). Constituição da República Federativa do Brasil. São Paulo: Imprensa Oficial. https://www2.senado.leg.br/bdsf/bitstream/handle/id/518231/CF88_Livro_EC91_2016.pdf

Camarano, Ana Amélia. (2020). Os dependentes da renda dos idosos e o coronavírus: órfãos ou novos pobres? Ciência & Saúde Coletiva, Volume: 25, Suplemento 2, p. 4171-4183. https://scielosp.org/article/csc/2020.v25suppl2/4169-4176/

Campos, B., Tchalekian, B. & Paiva, V. (2020). Violência contra a mulher: vulnerabilidade programática em tempos de sars-cov-2/ Covid-19 em São Paulo. Psicologia & Sociedade, 32. https://doi.org/10.1590/1807-0310/2020v32240336

Cavalcante, Déborah Carvalho. (2020). INFORMASUS - A violência contra a criança durante a pandemia. UFSCAR. https://www.informasus.ufscar.br/a-violencia-contra-a-crianca-durante-a-pandemia/.

Congresso Digital dos 30 anos do Estatuto da Criança e do Adolescente. (2020). Comissão Nacional de Justiça, Brasil. https://www.cnj.jus.br/agendas/congresso-digital-dos-30-anos-do-estatuto-da-crianca-e-do-adolescente/

Cordeiro, M. P., Sato, L. (2017). Psicologia na política de assistência social: trabalho em um "setor terceirizado". Estudos de Psicologia (Campinas), 34(1), 41-52.

Costa, Simone da Silva. (2020). Pandemia e desemprego no Brasil. Revista de Administração Pública, 54(4), 969-978.

Freire, Paulo. (2005). Educação como Prática da Liberdade. 28. Paz e Terra.

Garcia, V. A., Rodrigues, J. P., Moraes Filho, N. (2017). Educação social na América Latina e algumas reflexões sobre o contexto brasileiro: diálogos e debates do XIX Congresso Mundial de educadores e educadoras sociais. RES - Revista de Educación Social, nº 25, p. 179-196.

Grandino, Patrícia Junqueira. (1998). O Educador de Rua e suas práticas educativas. 135 f. Dissertação (Mestrado em Educação) – Faculdade de Educação, Universidade de São Paulo, Brasil.

Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea). (2020). Atlas da Violência 2020. Brasília.https://www.ipea.gov.br/portal/index.php

Jinkings, I., Doria, K & Cleto, M. (orgs). (2016). Porque gritamos golpe?: para entender o impeachment e a crise. Boitempo.

Marchioni, Marco. (2002). Organización y desarrollo de la comunidade: La intervención comunitaria en las nuevas condiciones sociales. In M. L. Satarre (coord.). Programas de Animación Sociocultural. UNED.

Nobre, Marcos. (2020). Ponto-final: A guerra de Bolsonaro contra a democracia. Todavia.

Paes, Janiere Portela Leite. (2013). O Código de Menores e o Estatuto da Criança e do Adolescente: avanços e retrocessos Conteúdo Jurídico, Brasília-DF. https://conteudojuridico.com.br/consulta/Artigos/35183/o-codigo-de-menores-e-o-estatuto-da-crianca-e-do-adolescente-avancos-e-retrocessos

Rovaron, Marília. (2017). Fundação Casa: o passado ditatorial no cotidiano democrático? Dissertação (Mestrado em Ciências Sociais) – Faculdade de Filosofia e Ciências, Universidade Estadual Paulista “Júlio de Mesquita Filho”, Marília, Brasil.

Santos, Hebert Luan Pereira Campos et al. (2020). Necropolítica e reflexões acerca da população negra no contexto da pandemia da COVID-19 no Brasil: uma revisão bibliográfica. Ciência & Saúde Coletiva, 25(Supl.2): 4211-4224. https://scielosp.org/pdf/csc/2020.v25suppl2/4211-4224/pt

Silva, M. H. A., Procópio, I. M. (2020). A fragilidade do sistema de saúde brasileiro e a vulnerabilidade social diante da COVID-19. Revista Brasileira em Promoção da Saúde, v.33, n.1, p.1–12. https://periodicos.unifor.br/RBPS/article/view/10724

Simão, Mario Pires. (2020). Como as favelas nos ajudam a pensar a cidade após a pandemia do Coronavírus? Revista Tamoios, v.16, n.1, p.50–62. https://www.e-publicacoes.uerj.br/index.php/tamoios/article/view/50437/33472

Sipioni, Marcelo Eliseu et al. (2020). Máscaras cobrem o rosto, a fome desmascara o resto: COVID-19 e o enfrentamento à fome no Brasil. Scielo Preprints, p.1–21. https://preprints.scielo.org/index.php/scielo/preprint/download/660/866/909

Souza, Jessé. (2020). A Guerra contra o Brasil: como os EUA se uniram a uma organização criminosa para destruir o sonho do Brasileiro. Rio de Janeiro: Estação Brasil.

Tokarnia, Mariana. (2020). Um em cada 4 brasileiros não tem acesso à internet. Agência Brasil - Rio de Janeiro.https://agenciabrasil.ebc.com.br/economia/noticia/2020-04/um-em-cada-quatro-brasileiros-nao-tem-acesso-internet




DOI: http://dx.doi.org/10.17346/se.vol29.400

Article Metrics

Metrics Loading ...

Metrics powered by PLOS ALM

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Creative Commons License
This work is licensed under a Creative Commons Attribution 4.0 License.

e-ISSN 1647-2144 | Periodicidade semestral |Creative Commons Attribution (BY-NC-SA 4.0) | ESE de Paula Frassinetti | Apoio 

Indexação: DOAJ | ERIHPLUS | LatindexMIAR |QOAM |QualisCapes | Genamics JournalSeek |InfoBase Index | REDIB | Google Scholar Metrics (GSMIndex Copernicus International|SJIF Journal Rank|OpenAire | OEI|Open Science Directory | ROAD | Crossref |Copac (Reino Unido)|Ulrich's Periodicals DirectorySUDOC (França)OAIster |RCAAP |OpenAire