A Educação para a Alimentação e as Práticas Alimentares de Jovens que Frequentam os 2º e 3º Ciclos do Ensino Básico

Sofia R. S. Fernandes, Raquel P. F. Guiné, Ana Paula Cardoso, José Luís Abrantes, Manuela Ferreira

Resumo


Este trabalho procura avaliar o conhecimento e as práticas de jovens no que concerne à alimentação saudável. Para o efeito, foi realizado um inquérito por questionário a uma amostra de 852 alunos do 5.º ao 9.º ano de escolaridade, do concelho de Viseu.

Os dados revelam que os inquiridos possuem alguma informação sobre alimentação saudável. A maior parte identifica a roda dos alimentos atual e é através da escola e dos livros que obtém o conhecimento. Contudo, verifica-se que há conteúdos não assimilados, o que demonstra que há ainda trabalho pedagógico a desenvolver ao nível da educação alimentar dos jovens.

 

 


Palavras-chave


Alimentação saudável; escola; alunos; questionário; hábitos alimentares

Texto Completo:

PDF

Referências


Bowman, S. A. et al. (2004). Effects of fast-food consumption on energy intake and diet quality among children in a national household survey. Pediatrics, 113 (1), 112-118.

Carmo, I. (2012). Gorduchos e redondinhas. Lisboa: Publicações D. Quixote.

Carmo, H., & Ferreira, M. (1998). Metodologia de investigação: Guia para auto-aprendizagem. Lisboa: Universidade Aberta.

Chamberlain, L. J., Wang, Y., & Robinson, T. N. (2006). Does children’s screen time predict requests for advertised products? Cross-sectional and prospective analyses. Archives of Pediatric and Adolescent Medicine, 160 (4), 363-368.

Crockett, S. J., Mullis, R. M., & Perry, C. L. (1988). Parent nutrition education: A conceptual model. Journal of School Health, 58 (2), 53-57.

Dixon, H. G. et al. (2007). The effects of television advertisements for junk food versus nutritious food on children’s food attitudes and preferences. Social Science and Medicine, 65 (7), 1311-1323.

Ghiglione, R., & Matalon, B. (1993). O inquérito: Teoria e prática. Lisboa: Celta Editora.

Gonçalves, J (2011). Comportamento alimentar na escola, aptidão morfológica e actividade física. Estudo com crianças e adolescentes dos 10 aos 15 anos. Braga: Universidade do Minho.

Hill, J. O., & Peters, J. C. (1998). Environmental contributions to the obesity epidemic. Science, 280 (5368), 1371-1374.

Lobo, C. (2010). Comida de criança: Ajude o seu filho a se alimentar bem sempre. São Paulo: MG Editores.

Marconi, M., & Lakatos, E. (2006). Técnicas de pesquisa (6ª ed.). São Paulo: Editora Atlas.

Maroco, J. (2003). Análise estatística, com utilização do SPSS. Lisboa: Edições Sílabo.

Omar, M. A., Coleman, G., & Hoer, S. (2001). Healthy eating for rural low-income toddlers: Caregivers' perceptions. Journal of Community Health Nursing.

Prentice, A. M., & Jebb, S. A. (2003). Fast foods, energy density, and obesity: A possible mechanistic link. Obesity Review, 4 (4), 187–194.

Wiecha, J. L. et al. (2006). When children eat what they watch. Archives of Pediatric and Adolescent Medicine, 160 (4), 436-442.

World Health Organization [WHO]. (2003a). Diet, nutrition, and the prevention of chronic diseases (WHO Technical Report Series N.º 916). Geneva: World Health Organization.

World Health Organization [WHO]. (2003b). The European Men’s Health Forum. A report on the state of men’s health across 17 European countries, source of data: Health for all Database.




DOI: http://dx.doi.org/10.17346/se.vol19.68

Article Metrics

Metrics Loading ...

Metrics powered by PLOS ALM

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Creative Commons License
This work is licensed under a Creative Commons Attribution 4.0 License.

e-ISSN 1647-2144 | Periodicidade semestral |Creative Commons Attribution (BY-NC-SA 4.0) | ESE de Paula Frassinetti | Apoio 

Indexação: DOAJ | ERIH PLUS | Latindex  | MIAR |QOAM | QualisCapes | Genamics JournalSeek |InfoBase Index | REDIB | Google Scholar Metrics (GSMICI Journals Master List database|SJIF Journal Rank|OpenAire |Organización de Estados Iberoamericanos para la Educación, la Ciencia y la Cultura (OEI)