https://revista.esepf.pt/sabereducar/gateway/plugin/AnnouncementFeedGatewayPlugin/atom Saber e Educar: Notícias 2024-04-22T12:36:33+01:00 Open Journal Systems <h3>ÂMBITO</h3> <p>A <strong>Revista <em>Saber &amp; Educar</em></strong> é uma revista de natureza científica do domínio das Ciências da Educação.</p> <p>Propriedade da <strong>Escola Superior de Educação Paula Frassinetti (ESEPF), </strong>funciona sob a tutela do Centro de Investigação Paula Frassinetti (CIPAF).</p> <p>É uma publicação <strong>académica,</strong> <strong>online, com revisão cega por pares, de edição em fluxo contínuo </strong>e de <strong>acesso aberto</strong>.</p> <p>Dirige-se a investigadores, professores e estudantes em formação enquanto instrumento ao serviço da difusão direta dos resultados de atividades de pesquisa.</p> <p>Aceita artigos nas seguintes línguas: Françês, Inglês, Português, Espanhol</p> <h3>PERIODICIDADE</h3> <p>A revista Saber &amp; Educar tem como modalidade de publicação a <em>publicação contínua. </em>É uma Publicação de edição em <strong>fluxo contínuo</strong> desde 2023.</p> <p>De acordo com a política de publicação contínua, os artigos <strong>aprovados</strong>, são publicados de <strong>imediato</strong>. Disponibiliza cada artigo de forma individual com texto integral, url único e doi, em HTML e PDF.</p> <p>A revista aceita a <strong>submissão em fluxo contínuo</strong> sobre investigação empiricamente sustentada ou textos de reflexão teórica inovadora que contribuam para o avanço do conhecimento em temáticas relacionadas com a área da <strong>Educação</strong>. Para além dos manuscritos submetidos individualmente, a SE lança call para <strong>Cadernos Temáticos.</strong></p> <p>A data de publicação é publicada em todos os artigos, assim como as datas de submissão e aceitação.</p> <p><strong>Acesso Aberto</strong></p> <p>Esta revista oferece acesso livre imediato ao seu conteúdo. Não implica qualquer pagamento de taxas.</p> <p>Perfixo doi:</p> <p>10.25767 Datacite 10.17346 Crossref</p> <h3>ARQUIVO</h3> <p>A <strong>Revista Saber &amp; Educar</strong> fez, em 2022, transição para uma nova versão do Open Journal Systems (OJS). Os leitores podem aceder ao <a href="http://revistaold.esepf.pt/index.php/sabereducar/issue/archive" target="_blank" rel="noopener"><strong>arquivo</strong></a> até 2020 da Revista.</p> <p><a href="http://revistaold.esepf.pt/index.php/sabereducar/issue/archive" target="_blank" rel="noopener">Números anteriores a 2020</a></p> <p><strong>Proprietário do periódico</strong></p> <p><a href="https://esepf.pt/">Escola Superior de Educação de Paula Frassinetti</a>, Portugal</p> <p><a href="https://portal.issn.org/resource/ISSN/1647-2144" target="_blank" rel="noopener">e-ISSN 1647-2144 </a></p> https://revista.esepf.pt/announcement/view/198 Call Caderno temático: Educação Global, Cooperação para o Desenvolvimento e Educação em situação de Emergência: tendências, desafios e alternativas 2024-04-22T12:36:33+01:00 Saber e Educar <p>Perante um mundo com desafios globais comuns, como a pobreza, os conflitos e a violência generalizada, as migrações forçadas, a crise climática e os extremismos políticos, a educação assume, desde sempre, um lugar basilar na sociedade. Vivemos num mundo que necessita de cooperação. De acordo com a iniciativa da Nações Unidas “Educação não pode Esperar” (https://www.educationcannotwait.org/), 84 milhões de crianças e adolescentes estarão fora da Escola e a 300 milhões faltarão competências básicas de literacia e numeracia. O cumprimento da Agenda 2030 e do Objetivo de Desenvolvimento Sustentável (ODS) 4, consagrado à educação, estará seriamente comprometido se não forem tomadas medidas urgentes! Para todos, há a premência de compreender os problemas do mundo, as suas causas, consequências e múltiplas abordagens.</p> <p>Este número temático da Saber &amp; Educar assume-se como um instrumento de advocacia em prol da cooperação em educação e, com particular foco, em contextos de emergências e crises prolongadas. Como nos lembra Harber, 2014, <em>Education and International Development – theory, practice and Issues,</em> e apesar dos seus críticos, não é provável que a cooperação internacional seja abandonada no futuro próximo: o que está a mudar é o seu âmbito de aplicação, modalidades e prioridades, visto que os contextos políticos e económicos que a estão a moldar também estão em mudança. Esta edição da revista centra-se na interseção das três áreas de estudo que foram eleitas no quadro da Política de Cooperação da Escola Superior de Educação de Paula Frassinetti - a Educação para o Desenvolvimento e Cidadania Global, a Cooperação na área da Educação e a Educação em Situação de Emergências - e de que forma estas se relacionam, integram e interagem em contextos formais e não formais, tendo em consideração os grandes desafios do direito à educação, em países do Sul Global e com especial relevência para contextos da Comunidade de Países de Língua Oficial Portugesa (CPLP).</p> <p>Este número temático acolhe contribuições de académicos, educadores, atores e agentes de cooperação interessados em refletir e aprofundar a educação e cooperação enquanto justiça social. Serão considerados trabalhos em português, inglês, francês e espanhol, relativos aos seguintes tópicos:</p> <p>¾ Relação entre educação, cooperação e desenvolvimento à luz da implementação da Agenda 2030;</p> <p>¾ Práticas de cooperação em educação em contextos de desenvolvimento e de emergência, como seja a apresentação, análise e resultados de projetos e programas de cooperação e educação em situações de emergência;</p> <p>¾ O campo da educação em situação de emergência e os desafios da preparação de respostas educativas em contextos de emergências e crises prolongadas, com especial relevância para populações deslocadas e refugiados;</p> <p>¾ A análise do triplo nexus em projetos e programas de educação: Emergência, Desenvolvimento e consolidação da Paz (EDP);</p> <p>¾ Coerência das políticas de cooperação para o desenvolvimento, com foco na educação e formação;</p> <p>¾ Perspetivas de Educação Global e sua relevância para a advocacia em prol da agenda da Educação para o Desenvolvimento Sustentável (ODS 4, Meta 4.7).</p> <p>&nbsp;</p> <p><strong>Data-limite de submissão</strong>: 1 setembro 2024</p> <p>Submissão: <a href="https://revista.esepf.pt/about/submissions" target="_blank" rel="noopener">Submissões | Saber e Educar (esepf.pt) </a></p> <p>Informação para Autores: <a href="https://revista.esepf.pt/information/authors" target="_blank" rel="noopener">Saber e Educar (esepf.pt)</a></p> <p>Contactos: <a href="mailto:revistasabereducar@esepf.pt" target="_blank" rel="noopener">revistasabereducar@esepf.pt</a></p> <p>Organização: Júlio G. Santos e Ana Poças, Centro de Educação Global e Cooperação da Escola Superior de Educação de Paula Frassinetti (Portugal).</p> 2024-04-22T12:36:33+01:00 https://revista.esepf.pt/announcement/view/195 Call Caderno temático: Ensinar e aprender História no século XXI – desafios e potencialidades 2024-04-10T12:03:21+01:00 Saber e Educar <p><img src="https://revista.esepf.pt/public/site/images/rse/captura-de-ecr-24-4-2024-16837-.jpg" alt="" width="646" height="279"></p> <p>Indo ao encontro daquilo que autores clássicos da epistemologia da História como Michel de Certeau ou Henry Marrou mostraram, a abordagem da História no Ensino Básico e Secundário, pela sua dimensão humanista por excelência, pode e deve ser perspetivada como uma oportunidade para os alunos sentirem e viverem a experiência do Outro. A importância de aprender História não se fica, contudo, por aqui. Benedetto Croce escreveu que “toda a historiografia é história contemporânea”, esclarecendo Fernando Catroga que isso ocorre “não pelo facto de a História ter como objecto o ‘tempo presente’, mas devido à circunstância de ser o ‘presente’ o foco das retrospetivas, incluindo aquele que ainda não há muito era só futuro” (Catroga, O valor epistemológico da História da História, 2010, p. 39). Estes pressupostos epistemológicos ajudaram a sustentar a ideia de que estas perspetivas não podem, nem devem, ser esquecidas e/ou dissociadas quando se procede à transposição didática do saber histórico na sala de aula. Sublinha-se, assim, a importância da História como um instrumento fundamental na construção do futuro dos jovens, conscientes de que qualquer intervenção simplista e intuitiva, feita à margem da reflexão epistemológica,mais do que promover a compreensão histórica e a compreensão da Alteridade, podem redundar em abordagens que transportam consigo imponderabilidades e eventualmente podem provocar generalizações caricaturais.<br>O ensino e a aprendizagem da História contribuem para a formação de uma cidadania ativa e responsável, permitindo que, através de estratégias pedagógicas pensadas, planificadas e não <br>casuísticas, o aluno possa compreender o mundo em que vive e descentrar-se do seu ponto de vista para analisar criticamente as diferentes visões do problema, ajudando-o com isso a ultrapassar juízos de critérios unidirecionais.<br>Nesse sentido, são muitas as questões que se apresentam e colocam na atualidade ao professor que leciona História e que devem ser trazidas para o centro do debate. Um debate que se impõe estabelecer entre os responsáveis pela definição do quadro teórico e metodológico específico da investigação académica e a transposição didática em sala de aula. <br>Convidam-se, assim, todos os interessados a contribuir para este debate, apresentando propostas de artigos sobre o ensino da História nas suas múltiplas vertentes: <br>— os manuais escolares e os currículos;<br>— a instrumentalização em História;<br>— da intenção à prática – investigação e experiências em contexto de sala de aula; <br>— a inovação pedagógica;<br>— a formação de professores.</p> <p><strong>Organização</strong>:<br>Isilda Monteiro, Escola Superior de Educação de Paula Frassinetti</p> 2024-04-10T12:03:21+01:00 https://revista.esepf.pt/announcement/view/182 Arquivo Saber&Educar 2024-01-22T14:36:59+00:00 Saber e Educar 2024-01-22T14:36:59+00:00 https://revista.esepf.pt/announcement/view/175 Publicação S&E: Publicação S&E 32(2023) 2023-12-15T14:56:36+00:00 Saber e Educar 2023-12-15T14:56:36+00:00 https://revista.esepf.pt/announcement/view/174 PUBLICAÇÃO CADERNO TEMÁTICO S&E: Publicação S&E Caderno temático INTERVENÇÃO COMUNITÁRIA 2023-12-15T14:50:13+00:00 Saber e Educar 2023-12-15T14:50:13+00:00 https://revista.esepf.pt/announcement/view/173 PUBLICAÇÃO CADERNO TEMÁTICO S&E: Publicação S&E Caderno temático Infância: Paz, sustentabilidade e inclusão 2023-12-15T14:44:34+00:00 Saber e Educar 2023-12-15T14:44:34+00:00 https://revista.esepf.pt/announcement/view/167 S&E 2023-11-22T09:46:58+00:00 Saber e Educar <p>The submission of papers is open permanently.</p> <p>The journal accepts the submission in continuous flow on empirically sustained research or texts of innovative theoretical reflection that contribute to the advancement of knowledge in themes related to the area of Education.&nbsp;</p> 2023-11-22T09:46:58+00:00