Sobre a Revista

Âmbito, objetivos e princípios de publicação da S&E

A revista Saber& Educar publica estudos científicos originais realizados na área da Educação. Aceita a submissão de textos com  inscrição explicita do conteúdo no campo da Educação ou a discussão de contributos relevantes para esta área. Textos sobre investigação empiricamente sustentada ou trabalhos de reflexão teórica inovadora que contribuam para o avanço do conhecimento em temáticas ligadas à área da Educação e outras afins. Dirige-se a investigadores, professores e estudantes em formação enquanto instrumento ao serviço da difusão direta dos resultados de atividades de pesquisa.

Princípios de Publicação

Sendo um dos objetivos da RS&E o de contribuir para o fortalecimento da comunidade científica em que se enquadra, aceita a submissão de trabalhos de contexto internacional e escritos numa de quatro línguas, nomeadamente o português (português europeu ou português do Brasil), espanhol, inglês ou francês. Estimula ainda a publicação de trabalhos de jovens investigadores, a par de nomes reconhecidos na área científica em que se inscreve.

Os conteúdos dos manuscritos submetidos e as opiniões neles expressas são da exclusiva responsabilidade dos seus autores. Todavia, não serão aceites textos com conteúdos e linguagem de algum modo discriminatória. 

PERIODICIDADE

A revista Saber & Educar adota o modelo de Publicação Contínua.

De acordo com a política de publicação contínua,os artigos revistos e aceites, são publicados de imediato. Disponibiliza cada artigo de forma individual com texto integral, url único e doi, em HTML e PDF.

A revista aceita a submissão em tempo contínuo sobre investigação empiricamente sustentada ou textos de reflexão teórica inovadora que contribuam para o avanço do conhecimento em temáticas relacionadas com a área da Educação. Para além dos manuscritos submetidos individualmente, a SE lança call para Cadernos Temáticos.

POLÍTICA DE ANTIPLÁGIO

Os autores devem garantir originalidade dos artigos e devem mencionar e citar corretamente todas as informações oriundas de outras publicações. O plágio é um comportamento antiético e é considerado fraude.

Todos os artigos submetidos para publicação serão objeto de uma análise preliminar.

  1. respeito pelas políticas editoriais e cumprimento integral das condições de submissão;
  2. inscrição explicita do conteúdo do manuscrito no campo da Educação ou a discussão de contributos relevantes;
  3. conformidade do conteúdo do manuscrito ao esperado de um artigo científico;
  4. uso de conteúdo e/ou linguagem não discriminatórios.

Observadas estas condições, o conteúdo dos manuscritos é submetido a deteção de plágio pela ferramenta de prevenção de plágio (Turnitin Similarity). Em caso de suspeita de conduta inadequada, o(s) autor(es) é/são contatado(s) para o esclarecimento das questões ou das dúvidas suscitadas. O texto poderá ou não prosseguir para avaliação em função do resultado desse processo, cabendo à Direção da S&E essa decisão. 

PROCESSO DE REVISÃO POR PARES

Os trabalhos em conformidade serão avaliados em regime de duplo anonimato (double-blind review) por especialistas externos, membros do Conselho Editorial ou avaliadores selecionados ad hoc. Os critérios de avaliação seguidos pelos avaliadores são os seguintes:

Os critérios de avaliação seguidos pelos avaliadores são os seguintes:

  • Originalidade e relevância do trabalho;
  • Consistência na argumentação;
  • Fundamentação teórica e empírica;
  • Adequação das opções metodológicas;
  • Atualidade da bibliografia de referência;
  • Clareza da exposição e organização;
  • Correção textual.

Em caso contradição nos pareceres recebidos, poderá ser solicitada uma nova avaliação. A decisão final de publicação caberá à Direção da revista.

Estima-se um período de 6 meses a 1 ano para os processos de avaliação e publicação. Contudo, esse período pode variar conforme a complexidade das avaliações, a resposta dos avaliadores e a natureza das modificações sugeridas e realizadas. As datas de submissão, aceitação e publicação de cada manuscrito são indicadas no artigo publicado.

O processo editorial é detalhado no seguinte fluxograma:

POLÍTICA DE ACESSO LIVRE E DECLARAÇÃO DE DIREITO AUTORAL

Esta revista oferece acesso livre imediato ao seu conteúdo, seguindo o princípio de que disponibilizar gratuitamente o conhecimento científico ao público proporciona maior democratização mundial do conhecimento.

Os autores conservam os direitos de autor e concedem à revista o direito de primeira publicação, com o trabalho simultaneamente licenciado sob a Licença Creative Commons Attribution (BY-NC-SA 4.0) que permite a partilha do trabalho com reconhecimento da autoria e publicação inicial nesta revista.

Autores são estimulados a publicar e distribuir o seu trabalho online (ex.: em repositórios institucionais ou na sua página pessoal), podendo aumentar o impacto e a citação do trabalho publicado (Veja O Efeito do Acesso Livre). 

As opiniões emitidas pelos autores dos artigos são da sua exclusiva responsabilidade.

Open Access

Arquivamento

Esta revista utiliza o sistema de preservação PKP (PKP PN) que permite criar arquivos permanentes da revista para a preservação e restauração. Saiba mais...

Política de Open Access

Identificador Presistente:

Taxas de Publicação

A revista não cobra nenhuma taxa aos autores, nomeadamente para a submissão, avaliação por pares, revisão linguística, paginação, publicação, distribuição, disponibilização online e download do artigo.

Os nomes e endereços fornecidos nesta revista serão usados exclusivamente para os serviços prestados por esta publicação, não sendo disponibilizados para outras finalidades ou a terceiros.

Legislação aplicável: Política de Proteção de Dados

INDEXAÇÃO

ISSN 0873-3600 / E-ISSN 1647-2144

Bases de Dados CAPES/ Qualis2017-2020 Educação B1 |MIAR |Google Scholar Metrics (GSM) |QOAM|InfoBase Index |Index Copernicus International |SJIF Journal Rank  |Sherpa/Romeo

Diretórios Genamics JournalSeekREDIB | JournalTOCs | BASE | Open Science Directory | ROAD | Crossref|UCSB LibraryMir@belERIHPLUS |Latindex |Datacite

 

Catálogos ColetivosCopac (Reino Unido)| SUDOC (França)OAIster |RCAAP |OpenAire |INDEXAR

CARTA ÉTICA

As normas de conduta ética da RS&E baseiam-se no Code of Conduct and Best Practice for Journal Editors of the Committee on Publication Ethics (COPE) e na Carta Ética – Instrumento de Regulação Ético-Deontológica (SPCE)

 

Assentam em 3 princípios, que se dirigem quer a editores como a revisores e autores:

  • Responsabilidade profissional, científica e académica;
  • Integridade;
  • Respeito pela diversidade, dignidade e direitos humanos.

COMPROMISSOS DOS EDITORES

1. Responsabilidade profissional, científica e académica

  • Os editores da RS&E estão conscientes da responsabilidade científica envolvida na disseminação de conhecimento educacional rigoroso. Enquanto revista de acesso aberto, contribui para o bem público, fazendo avançar o conhecimento científico e académico disponível;
  • Ao aceitar ser editor/a para a RS&E, os editores obrigam-se a prestar um serviço de elevada qualidade e no melhor das suas capacidades e conhecimento;
  • A decisão de aceitação ou de rejeição de um artigo para publicação é baseada na importância, originalidade e clareza do texto, bem como na sua relevância para a missão da revista;
  • Os editores asseguram a seleção dos revisores mais qualificados para a avaliação de artigos, num mínimo de 2 por artigo.

2. Integridade

  • Os editores asseguram a confidencialidade do processo de revisão dupla cega por pares (peer double-blind), bem como o anonimato de autores e avaliadores. Supervisionam todos os envolvidos no processo editorial, garantindo o estrito cumprimento da confidencialidade de todo o processo;
  • Os editores publicarão todos os textos aceites para publicação, exceptuando-se os casos em que se detetem erros grosseiros ou conduta ética reprovável (plágio ou outra prática grosseira) após aceitação;
  • Os editores estão disponíveis para publicar correcções, clarificações, retractações e desculpas sempre que necessário.

3. Respeito pela Diversidade, Dignidade e Direitos Humanos

  • As decisões editoriais não são influenciadas pelas origens do manuscrito, incluindo a nacionalidade, etnia, crenças políticas, raça ou religião dos autores;
  • Apesar do conteúdo e da linguagem dos artigos serem da responsabilidade dos autores, os editores não permitem que textos com conteúdo ou linguagem discriminatória e/ou ofensiva/o para um determinado grupo social entrem no processo de avaliação.

COMPROMISSOS DOS AUTORES

1. Responsabilidade profissional, científica e académica

  • Os autores devem ler cuidadosamente a descrição do Âmbito, objetivos e princípios de publicação da RS&E, assegurando que o manuscrito submetido tem qualidade e constitui um contributo relevante para ser disseminado internacionalmente;
  • No caso de autoria coletiva, e previamente à submissão do artigo, os autores consensualizam entre si o modo como vão surgir associados à publicação. A ordem dos autores reflete o seu grau de implicação e de responsabilidade e todos devem ter dado um contributo significativo para a investigação;
  • Os autores comprometem-se a declarar que não há conflitos de interesse que possam ter influenciado os resultados ou conclusões do trabalho;
  • Os autores devem indicar fontes de financiamento ou projetos que apoiam o trabalho desenvolvido no artigo;
  • Quando solicitados, os autores partilham os dados do artigo com o editor, de modo a confirmar um resultado ou a responder a questões que possam advir no decurso da revisão;
  • Quando um autor identifica um erro importante no seu artigo, deve informar imediatamente o editor da RPE e dar a informação necessária para corrigi-lo.

2. Integridade

  • Os autores dos manuscritos enviados à RS&E asseguram que o trabalho é original e não foi publicado ou submetido noutro lado;
  • Os autores não falsificam ou fabricam dados, fontes, resultados, conclusões ou credenciais;
  • Os autores devem indicar explicitamente, dar crédito e referenciar outros autores sempre que: usem dados ou material literal do seu trabalho; indicam corretamente as fontes e reconhecem os contributos mencionados no artigo, evitando usar o trabalho de outros como sendo seu, evitando assim práticas de plágio (i.e., grandes porções de texto e/ou dados de outrem, apresentados como se fossem do próprio);
  • Os autores comprometem-se a obter consentimento informado, oral ou escrito, dos participantes na investigação ou dos seus representantes legais, sempre que eticamente recomendado. Devem estar preparados para apresentar o consentimento ao editor se solicitado, ou a autorização para o estudo, conferida por uma entidade competente.

3. Respeito pela Diversidade, Dignidade e Direitos Humanos

  • Os autores comprometem-se a não usar linguagem ofensiva, discriminatória ou abusiva, nomeadamente no que diz respeito a: “raça”; etnia; cultura; origem nacional; género; orientação sexual; idade; religião; língua; incapacidade/ deficiência; condições de saúde; estatuto socioeconómico; estatuto marital, doméstico ou parental, ou qualquer outro;
  • Os autores asseguram a proteção da confidencialidade de informação, de modo a assegurar a integridade da investigação e a proteção de informação de natureza sensível obtida no curso da investigação.

COMPROMISSOS DOS REVISORES

1. Responsabilidade profissional, científica e académica

  • Ao aceitar rever textos para a RS&E, os revisores obrigam-se a prestar um serviço de elevada qualidade e no melhor das suas capacidades e conhecimento;
  • Os revisores devem seguir os critérios de avaliação indicados pela RS&E, bem como respeitar os prazos de entrega do parecer, por respeito aos autores e ao seu trabalho.

2. Integridade

  • Os revisores comprometem-se a realizar uma revisão imparcial, honesta, construtiva e informativa. Devem informar o(s) autor(es) sobre investigação relevante que deve ser citada;
  • Os revisores devem informar o editor de qualquer prática infratora da conduta ética do autor que detetem aquando do processo de revisão;
  • Os revisores devem recusar fazer uma avaliação se identificarem o(s) autor(es) e/ ou o trabalho ou se houver conflitos de interesse (pessoal, profissional, financeiro ou outro) da sua parte;
  • Os revisores devem tratar o trabalho sob revisão como sendo confidencial. Não devem discuti-lo com outros nem usar a informação a que acedem para proveito próprio.

3. Respeito pela Diversidade, Dignidade e Direitos Humanos

  • Os revisores devem usar uma linguagem construtiva, objetiva, isenta de preconceito ou malícia nas suas apreciações.

Histórico da Revista

Fundada em 1994, a Revista Saber & Educar, propriedade da Escola Superior de Educação Paula Frassinetti (ESEPF), funciona sob a tutela do Centro de Investigação Paula Frassinetti (CIPAF).

A revista Saber (e) Educar é uma revista de natureza científica do domínio das Ciências da Educação.
Em 2009, o número 14 da revista Saber & Educar marca a sua desmaterialização, o que representa, sobretudo, a preocupação de a fazer chegar a um número cada vez maior de leitores. Deste modo, reforça-se a utilidade, desta publicação, nomeadamente, junto de investigadores, professores e estudantes em formação enquanto instrumento ao serviço da difusão direta dos resultados de atividades de pesquisa bem como de comunicações apresentadas em eventos em que o Centro de Investigação Paula Frassinetti (CIPAF) tenha estado especialmente empenhado.

Foi integrada, em 2022, no Serviço Serviço de Alojamento de Revistas Científicas (SARC) e Diretório de Repositórios e Revistas Digitais (INDEXAR), da Fundação para Ciência e a Tecnologia (FCT).

A partir de 2023 adotou a publicação contínua, aceitando a submissão em tempo contínuo e publicando de imediato e em acesso aberto os artigos revistos por pares e aceites.

Os leitores podem aceder ao arquivo até 2020 da Revista.